Considerações

Há coisas que insistem em acontecer comigo:

  1. Estar passando por um rua deserta, olhar para um lado, olhar para o outro e verificar se não vem ninguém, por quer surgi a necessidade urgente de tossir (aquela tosse bem barulhenta e vergonhosa) e, quando você se assegura que não há ninguém, um cara lindo aparece de repente, bem no clímax do barulho da sua tosse. Ele te olha, você passa direto, fingindo que sua dignidade está intacta, mas morrendo de vergonha por dentro;
  2. seu guarda-roupa não é tão amplo, mas você tem uma variedade de peças considerável. Certo dia,  encontra uma amiga na rua, passam-se dias até encontra-la de novo, mas você nota que estar com as mesmas peças de roupa do primeiro encontro, até ai, tudo bem. Acontece que num terceiro encontro, totalmente acidental, você ver mesma pessoa, e a sua roupa é? a mesma dos encontros anteriores. Fica aquela sensação que você só usa aquilo e aquilo;
  3. sua dieta de um dia começa com força total, contando queijo, arroz, refrigerante, e qualquer tipo de massa. Acontece que com menos de 24 horas, o pessoal de casa resolve fazer um jantar especial com tudo o que se comprometeu a não comer. Sua dieta vai por água abaixo e você ainda fica se sentindo uma glutona;
  4. Você conhece um cara lindo, simpático e fofo, depois descobre que ele tem uma namorada que não é nem simpática e nem fofa, só é linda mesmo;
  5. tem um evento mega importante chegando. Você se prepara com meses de antecedência. Escolhe roupa, onde vai fazer o cabelo, maquiagem, compra sapatos novos. No dia, onde você pretende reservar horas para se preparar, acontece de tudo o que é imprevisto. O maquiador se atrasa, faz um trabalho horroroso, você machuca seu dedão e a sandália não dá para usar e tem que escolher outra em cima da hora, seus pais brigam e fica aquele clima chato, enfim, o evento se torna um fiasco;
  6. tropeçar na frente de um monte de gente.
  7. Você, quando estar em casa, parece uma mendiga, com os trapos (porém mega confortáveis) de seu guarda-roupa. Seu pai convida uma visita (um cara lindo) para entrar e logo de cara te ver;
  8. Olhando distraidamente numa vitrine ver a bolsa mais linda no planeta, porém não levou consigo dinheiro ou cartão para compra-la. Volta no dia seguinte com a melhor intenção do mundo de adquiri-la, acontece que, dia um dia para o outro, o estoque dela esgotou.

 

Custa pedir que a vida se pareça um pouco com os dramas coreanos que assisto? Ou então que eu pare de pagar mico na frente de outras pessoas? São pedidos simples, sem maiores pretensões, mas que iam me fazer imensamente feliz

Anúncios

Roommate

 

A primeira temporada acabou, posso chorar?

E parece uma vida desde que fiz meu último post sobre o programa, minhas primeira impressões, com aquela animação usual de quem ver algo novo, e olha, quanta coisa mudou! O programa, para meu não entendimento, estava sempre com baixa audiência, o que me chocou, por quer até hoje continuo amando muito ele. Onde, afinal, poderia ver um lado tão divertido, tão íntimo e as vezes tão emocionante das nossas queridas celebridades coreanas quanto em Roommate? Por outro lado, o programa ganhou nova temporada justamente porque, fora da Coreia, ele ainda faz muito sucesso, então um viva para nós! 😀

E como, infelizmente, essa temporada chegou com a saída de muito integrantes, resolvi fazer um post sobre as minhas conclusões sobre eles, assim como foi o primeiro e, já vou logo avisando, o quanto a nossa primeira impressão pode está errada!

Vamos lá!

 

Park Bom

Bom é uma fofa, linda e dá uma vontade de ter uma amiga assim, tão louquinha quanto ela! infelizmente ela saiu abruptamente do programa, e pelo que entendi, se deu pelo suposto uso que ela faz de uma substância química não permitida na Coreia, não é caso dela ser viciada em drogas meu povo e sim para uso terapêutico. A casa visivelmente perdeu a sua graça e seu charme, ela não aparecia muito, acho que pela agenda ser cheia, mas toda vez eu via o quão espontânea ela era.

O romance com meu  Dong Wook também não deu resultados, os fãs dela deram maior apoio, mas se antes, no começo do programa, era motivo de divertimento do programa, ele foi aos poucos nem sequer sendo mencionado, será a empresa botando alguma pressão? o fãs? o programa que não viu mais interesse? ou os dois resolveram não  levar isso adiante? Nunca saberemos, mas é uma pena, me apeguei tanto a casa que torcia por ela e Dong.

Também me chamou atenção a amizade da Bom com a So Ra, tão improvável, mas amei ver o quanto elas se davam bem juntas. A Bom ficou aqui ó ❤ Desejo toda sorte do mundo para ela e que logo logo encontre um novo amor e tão bonito quanto meu Dong Wook

 

Jo Se Ho

Acho que minha opinião pouco mudou quanto ao SeHo. Acho que continua forçando demais algumas palhaçadas, o que o efeito inverso de produzir alguma graça. Contudo, pelo final da temporada ele que tomou as rédeas de algumas situações, mostrando um lado maduro que eu não vi no começo.

O comediante também passou por momentos que me fizeram emocionar, como foi o caso da visita dos seus pais e o almoço com sua irmã, e Dong Wook e sua irmã e lá, os momentos tensos da vida de alguém que se esforça para fazer o que gosta vieram a tona, Se Ho já lutou muito pra chegar até aqui e, vendo o quão esforçado que era, acabou por ganhar meu respeito.

Por último teve a história dele com a Nana, que aff, até cansou. Não sei se aquilo tudo foi montagem do programa, mas dava pra ver que ele investia sério nela e tanto, que até deu pena, por que ela por outro lado, foi educada com ele, mas dava pra ver que nada sairia dali. De qualquer forma, não torci pelo casal, achei que não combinavam mesmo, então nem liguei :p

Seo Kang Joon

Graças a Deus que ele mudou! Continuo achando que nos primeiros episódios ele tava se forçando muito, mas….. depois de um longo e sério convívio com seu colega de quarto Min Woo ele é outro!

Não mais forçando o relacionamento com ninguém e agora muito mais humilde, teve bons momentos no programa em que mostrou, de fato, o garoto simples e amigável que é, mas nada me fez mais rir do que a passagem dele pelo bang jump e todo o seu medo, muito riso aqui. O fato dele e Min Woo sempre competirem por algo foi amenizado bem no final, e aí sim deu pra ver uma amizade crescendo, gostei :D.

O programa rendeu mais trabalhos para Kang Joon, foi convidado para ser MC, tem novo papel, de protagonista, creio eu, e foi fotografado para mais capas de revista. Já na segunda temporada do programa, que não vi o primeiro episódio ainda, não sei como se encontra, mas desejo que ele se torne mais legal ainda.

 

Chan Yeol

❤ ❤ ❤ e um milhão a mais de coraçõezinhos para essa pessoa por quer ele é mega fofo! E como previ no post anterior sobre roommate virei fã do EXO justamente por essa criatura, sou praticamente uma exo-l (fandom do grupo). Mais do que essa voz rouca e grave que distorcem dessa carinha de criança dele e essas orelhinhas saltitantes que são um charme (percebi que amo orelhinhas de abano), ele é uma ótima pessoa de se conviver, além de se dá super bem com o mama Shin, seu amigo de quarto, ele se mostrava sociável com todos e, apesar de começo ser todo timidez, com o tempo vi que ele muito desenvolto e tem um futuro brilhante como MC, acreditem em mim.

A viajem organizada por ele e por Kang Joon foi perfeita, e Chan Yeol foi brilhante nas brincadeiras e  na forma que envolveu os demais. Só achei uma pena que, como a agenda dele sempre estava muito cheia, havia poucos episódios com ele e, também, é uma perda grande ele não tá na nova temporada do reality show, ele era um dos poucos integrantes que eu via realmente confortável com os demais.

Beijos Chan ❤

Lee So Ra

Logo no começo achei SoRa muito cheia de si, mas essa imagem foi logo superada pela forma com que tratava as demais meninas, sobretudo a Bom, fora que altos momentos confidenciais em que participava, sempre atenta e ouvindo as meninas, adorei.

O casal com mama shin que torcia no começo não deu resultado, ele já tem uma namorada e os dois não foram tão íntimos quanto eu previa por causa da idade e isso não é só coisa minha, os outros integrantes, vendo isso, fizeram esquemas para verem se os dois se tornavam mais próximos, o que aconteceu, mas nada que fugisse da normalidade.

De tudo isso, não achei tanta surpresa da saída dela antes do fim da temporada, apesar de se dá bem com todos, ainda a vi meio desconfortável com a situação, uma pena :/

Nana

Nana, essa criatura linda que até vestida de mendigo fica bonita, foi outra que mudei radicalmente de opinião. E como me senti péssima quando em um episódio ela falou de como se sentia a respeito dos comentários de como ela agia no programa, cortou meu coração, sério, eu não passo de mais um desses talifãs que ficam julgando o artista por tudo, PERDÃO NANA 😦

Com o tempo, Nana se abriu mais e muito mais que um rostinho bonito ela mostrou ser uma pessoa doce, mega divertida e que se importa com os outros. Sempre estava envolvida nas atividades da casa, fez amizade com todos e mesmo sendo péssima na cozinha, sempre se metia a fazer refeições hahaha.

Além de tudo, foi fofo o jeito que ela comprou presente para todos de sua viajem, como arrumou as coisas para que Se Ho tivesse um momento de fama no exterior, um pouco a custa da sua imagem, e também como ela já sofreu como artista. Como já disse, o romance dela com o comediante não rolou, acho que ela só foi gentil mesmo e nunca a vi dando nenhuma chance para ele. De qualquer modo, fighting Nana!

 

Lee Dong Wook

A ordem que estou seguindo, como podem ver, é a da imagem da capa, caso contrário, Dong Wook seria o último citado como forma de fecha com chave de ouro essa temporada do programa, por que Lee Dong Wook é o melhor que há nele!

Não estou exagerando e repito minhas conclusões do primeiro post: Wook não é apenas um cara muito bonito, um ator talentoso, ele é também uma pessoa EXTRAMENTE legal (em caps lok mesmo). Não atoa ele renovou sua estadia na casa, apesar de não muito presente por causa do drama que fazia, sempre era a pessoa mais agradável, mesmo visivelmente cansado, fazia todas as atividades da casa, brincava, conversava com todos os moradores e ainda se preocupava com eles, sempre mostrando aos mais novos conselhos da profissão e perguntando como cada um se sentia. Um amor de pessoa e um anfitrião perfeito!

E além desse lado que já percebi logo nos primeiros episódios, ainda tive a chance de descobrir um pouco mais da intimidade dele, principalmente com a conversa envolvendo sua irmã mais nova, onde ela contou o quanto ele foi o “homem da casa” ajudando os pais depois de um acidente em que sua casa pegou fogo e ele perderam muito. Dong mal saiu da escola e começou a trabalha e desde então nunca teve tempo para si mesmo, ajudou a irmã com todo o casamento ❤ e ainda deu a lua de mel para o casal. Gente, esse homem é um amor, cada vez mais fã!

 

Song Ga Yeon

Desde de o começo do programa sempre foi uma das minhas queridinhas. Nunca afetada, sempre neutra e disposta a ajudar, GaYeon é uma fofa!

Ela não mudou muito, sempre reservada a gente via pouco dela, mas houve episódios quase inteiros dedicados a ela, como foi o caso da tão famosa luta de estréia, que, para grande alívio meu, ela ganhou! E merecidamente, pois ela treinava tanto e com tanta garra que era impossível não acreditar que lutar era realmente o seu sonho. Ainda sim, ela pouco se abriu na casa, como uma única integrante não celebridade como os outros, acho que isso foi um pouco difícil de se soltar, mas ela acabou se integrando até que bastante com o pessoal, eles por sua vez, amavam-na, todos eram tão fofos com ela, mas é impossível mesmo não gostar dela 😀

Mas como achei de So Ra, ficou comigo uma sensação de que GaYeon não era totalmente a vontade na casa. Ela era tão diferente quando estava no ringe, treinando com os amigos que, até mesmo seus companheiros de treino falavam de como não a reconheciam no programa, ela se defendeu dizendo que não podia agir ali, com eles, do mesmo modo que agia na casa (referindo-se ao fato de ser mulher e treinar com homens), de fato, a resposta me agradou.

De qualquer forma, uma pena que ela tenha saído do programa sob a desculpa de se dedicar aos treinos. Por outro lado, ela continua ainda muito ativa como convidada em programas de TV e recentemente levou a tocha dos jogos asiáticos juntamente com mama Shin 😀

 

Hong Soo Hyun

 

Outra que mudou o meu modo de vê-la foi Soo Hyun. Se no começo achei ela muito forçada, ao londo da temporada se mostrou tão próxima a casa, sempre tão presente com todos que passei a gostar muito dela. Curiosamente, vi pouco sobre ela, mas ela sempre ouvia as meninas e qualquer que precisasse desabafar, sua intimidade foi pouco revelada além do que ela mostrava ser na casa: fofa, atenciosa, e cuidadosa com os amigos. Se Dong Wook foi o anfitrião perfeito, ela não o foi menos.

Infelizmente o romance que achei que haveria entre os dois não teve nem o mínimo indício de que começaria e nem com os meninos que no começo disputavam sua atenção. Uma pena.

Triste também a saída dela da casa. Ainda não sei os motivos, mas com certeza assistir os próximos episódios sem a doçura da Soo Hyun vai fazer falta :/

 

Park Min Woo

Também um dos meus favoritos desde o começo, mas tem uma coisa sobre a qual sou muito curiosa a respeito de Min Woo: o porquê do programa destacar tantos pontos, digamos que, negativos, dele?

Sei que ninguém é perfeito e que o programa edita, faz cortes e etc pra ficar mais interessante, mas ai eles pesaram a mão com o meu sr. covinhas, explorando o ataque de ciúmes dele, ou o descuidado quando dirigiu estando com sono.  Não sei qual a explicação para isso, já que nenhum outro participante foi exposto desse modo. Estranho.

De qualquer modo, isso me fez ver que Min Woo é um dos participantes mais sinceros do programa e mesmo com isso, sempre se desculpava das suas atitudes, no fim, acho que ele melhorou muito. Também ganhou meu respeito o fato de se esforçar tanto para conseguir vencer na carreira. Era visível o quanto que o relato dos companheiros mais velhos mexia com ele, já que para conseguir seu 1º drama trabalha atuando e também servindo como garçom em um bar de Seul.

Min Woo já tem novo drama quase estreando e, certeza, vou acompanhar e torcer de coração para que ele tenha sempre muito trabalho!

 

Shin Sung Woo

Mais um que tive aquela sensação de que não estava inteiramente confortável na casa. Uma pena que não vá para a próxima temporada, por quer Mama Shin era referência ali.

Apesar de ser bastante explorado no quesito fazer comida para os outros, ele também sempre se envolvia com todos, mesmo as vezes não tão disposto nas atividades dos mais jovens. O curioso é que parece que ele não gostava de lembrar da época que era um cantor jovem, mas ele era realmente famoso, muito engraçado as fãs (todas senhoras) que tinha,  mesmo na viajem para o japão se mostrou com um fã clube a sua espera no aeroporto.

Vai fazer falta mama shin, seu lindo ❤

 

Então é isso. Com toda a certeza vou acompanhar a nova temporada, mas nem vou pensar o quanto essas pessoinhas vão fazer falta. Muitos episódios me fizeram rir e tantos outros me emocionaram com as histórias deles, roommate tornou próxima pelo menos que um pouco, essa realidade tão distante minha.

Beijos e até mais 😉

 

 

Mangás Josei – Midnight Secretary

Ultimamente tenho gostado de ler mangás do estilo Josei. Segundo a Wikpédia são mangás voltados para mulheres adultas (u.u, eu me achando a madura). Eu sou uma fã de mangás, mas desde minha adolescencia que não aocmpanhava nenhum seriamente, isso por quer ter acesso a eles é bem complicado, só nas bancas é que temos algumas disponíveis, e olhe lá.

Então o tempo foi passando e eu acabei me saindo dessa área (que consistia basicamente em mangás de meninos, por causa do meu irmão). Só que, nos últimos anos, por causa dos dramas asiáticos, nada mais natural que meu interesse renascesse como a fenix das cinzas  por animes e mangás, originalmente de países como o Japão, a Coreia e a China e a facilidade que a internet nos proporciona com as páginas para ler online.

De animes voltei de cara com meu amor incondicional por Boys Before Flowers, então logo ao finalizar o drama fui ver o anime Hana Yori Dango e o mangá com o mesmo nome. Depois disso fui ver o anime Itazura na Kiss, também que originou outra paixão minha que é Playful Kiss.

Ambos são considerados mangás shoujo, com temáticas bem românticas e escolares, coisa mais doce do mundo. Até fui procurar outras na áreas, mas a maioria eu deixava de ler a metade, por quer em geral eu sempre acho as histórias tão bestinhas, que mal terminado o primeiro capítulo.

Os do estilo Josei são um pouco mais maduro do que o shoujo, em vez de escola, temos o trabalho, a universidade ou simplesmente o dia a dia como pano de fundo. O grande enfoque aqui é o mais puro romance adulto, casamento, filhos, trabalho e familia, enfim, temos o ti-ti-ti só que para mulheres mais bem resolvidas ah, vá….

Então, o mais recente que li foi o Midnigth Secretary e eis minhas considerações….

Uma mistura de fetiches.

A secretaria de óculos e saia lápis; o patrão mandão egoísta, vingativo, orgulhoso, egocêntrico, mulherengo e mais coisas do gênero; lolita; e vampiros… sim nós temos vampiros.

A história é sobre Kaya, uma garota esforça que tem o sonho de se tonar uma excelente secretaria, para isso esconde seu verdadeiro “eu”, como ela tem um rosto muito infantil, acaba sendo julgada como incompetente e inexperiente, por isso se esforça ao máximo para esconder seu rosto infantil com óculos e cabelos presos. E dentro da empresa que trabalha acaba por ser secretaria particular do filho mais novo do dono da empresa. Acabar que esse homem, Kyouhei Touma, além de ser um péssimo chefe (chato, egoísta, mandão), também esconde um grande segredo, ele é um vampiro!

A verdade é que Midnight Secretary me lembra muito Crepúsculo, tem toda a coisa humana se apaixona por vampiro, blá blá blá, eles não podem ficar juntos, blá blá blá, ela tem que se “sacrificar” em nome do amor, etc. Claro que a diferença é quantidade de insinuações sexuais que há, por quer os vampiros, nessa história, só se alimentam se sangue do sexo oposto e para que essa pessoa não se transforme em um vampiro também eles tem que fazer isso durante o secso, por quer segundo eles, aí está o melhor sabor do sangue. Por isso, nosso protagonista vive rodeado de belas mulheres (conveniente não?!) para se alimentar delas. Acontece que o sangue da sua secretaria é mais do que delicioso para ele, tanto que os de todas as outras não o satisfaz mais, então acaba que ela vira sua secretaria “””””””””””particular demais”””””””””””””””””’, com a desculpa de servir em tudo que ele precisar.

Ai que entra minha mega raiva, por quer como uma pessoa que se diz profissional se deixa levar por sexo minha gente? e logo com seu chefe? e que é super canalha? como????????????????????

E não é só, Kaya é tão devota ao seu chefe que faz de tudo por ele do trabalho mega preciso as noites em que vira o alimento dele. Ela até fica em DOIS empregos para ficar ao lado dele, tudo, segundo ela, pelo bem estar do seu amor.

E ele demora horrores para admitir que goste dela, por que eu esperei o mangá inteiro para que ele mudasse aquele jeitão e se derramasse em paixão por ela, mas… nada…. nada. Eu sou fã desses machões que se redimem por causa do amor, mas não vemos isso aqui. Quem sempre tá sofrendo e em dúvida se seu amor é correspondido ou não é a pobre da Kaya, e ô mulher besta. Custava ser um pouco difícil? Não houve nenhum ciuminho para ele, teve duas boas chances, sendo o irmão mais velho do Kyohey, e não vampiro e seu outro chefe, um cara muito apaixonado por sua gata chamada princesa (teve até um capítulo extra só para esses dois, duas palavras: muito esquisito).

 

Os irmãos Touma. O claro é o irmão não vampiro. Todo simpático e fofo com ela, porém não representou perigo nenhum ao irmão, e eu jurava que ia ter “uma disputa sangrenta” pelo amor dela…uma pena, uma pena…

 

 

 

 

 

 

 

Os “chefes” e rivais, o loiro até que se confessou para Kaya, mas ela não deu trela, e ele se consolou com a gata (?????????????????)

 

 

 

 

 

 

 

Além do mais, Kaya é extremamente passiva, o homem dela pegando váaaaaaaarias, e ela aceitando numa boa, tudo pelo “bem dele”, isso me encheu seriamente, dava vontade de dá umas sacudidas nela!

Outro aspecto que notei, e que gosto muito de ver nos mangás josei, é o traçado do desenho dos personagens. Em Hana Yori Dango eu penei muito por quer era feito demais (com o tempo a mangaka melhorou, mas até lá…). EM Midnight Secretary achei mediano, as vezes era exagerado em relação ao prota. quanto a ela, até que se saiu bem, geralmente acho que excedem na hora de fazer o rosto das personagens femininas para destacar sua “feminice/fofura”.

 

aqui nós a temos no seu modo “amante” que é quando solta o cabelo, tira o óculos, até que é bonitinha

 

 

 

 

 

 

 

 

O presidente Touma é desenhado bem (não tão bem quanto o gatíssimo Hokuto de Hapi Mary), mas há cenas que o corpo dele é bem desproporcional ao resto, ai não dá.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Também tem a questão do cigarro. O cara fuma pra caramba e eu achei isso nojento, e não sei se isso se trata de um fetiche, mas isso também esquisito.

Por fim, deixei a parte mais polêmica: o secso…..

como falei, mangás josei são voltados para o público feminino adulto e logo, o tema sexo é bem comentado, porém, contudo, todavia, nesse eles exageraram, eram praticamente cenas explicitas minha gente! Não tinha necessidade. Nos outros que li, existiam cenas, mas só contornos, sombras, costas, aqui não, temos tudo a mostra (da mulher) e dele, biceps, costas, coxas (apesar de ser voltado para mulheres, mostram mais dela do que dele…. estranho né?). Mas de novo, entretanto, contudo, todavia, eu as achei bem desenhada :O me julguemmmmmm…. sai correndo  caras e bocas que diziam tudo!

 

Fora essas questões polêmicas, algumas coisas me deixaram em dúvida, como o fato dele ter que ser excluído do clã e sofrer com a perseguições dos vampirões chefes. Mas a mãe dele (que também é uma vampira) passou por isso, e aí? não foi comentado como isso aconteceu, por quer além dela ter vivido com o homem que ela amava, ainda teve dois filhos com ele. Custava ele pedir um conselho pra mãe?????????????

Quanto ao final, achei bom, regular, já que eles acabam como ela queria, mas senti que faltava o clímax para o final, só acho.

Enfim, foi um Josei curioso. Gostei por quer me forçou ir até o final para ver se ele ia se “dobra” à humana, e desgostei por quer ela é uma besta, pronto.

3 estrelas

Lição: que lição? Que tipo de lição se pode tirar de uma história de uma mulher que transa com seu chefe para ””””””””””servir””””””””’ ele da melhor maneira possível? Não, obrigada.

Acompanhando Hotel King e Roommate

ah o tempo…

Essa semana comecei a acompanhar Hotel King, e eu já sabia que teria altas emoções, primeiro por quer temos uma dupla mais que especial estrelando, nada mais, nada menos que Lee Dong lindo Wook e Lee Da Hae, que juntos também foram protagonistas de My Girl de 2005!!!!!!!! Comédia romântica das irmãs Hong e que eu simplesmente amei, lindo demais!

Com essa surpresa maravilhosa o que temos nove anos depois? Vamos às primeiras impressões:

A primeira coisa que eu pensei com o drama foi: por quer o Lee Dong Wook não casa comigo???? O tempo fez bem para eles, ficaram mais lindos! Mas como gente??????? Eu tô mais feia que ontem, que dirá há nove anos! Mas eles não, esses seres coreanos com uma pele invejável, cabelo lindo e corpos magérrimos estão mais bonitos que em My Girl, a vida não é justa! Só achei a Lee Da Hae magra demais, e eu fico aqui pensando comigo, será que é plásticas? Já que o país é conhecido pelas cirurgias é uma hipótese, mas ela parece tão natural, que eu ainda tô desconfiada. E o cabelo? Tá lindo, tá sedoso, tá invejável quero esse shampoo. 

Quanto ao Wook tá ótimo, toda vez que assisto um drama dele (e esse já é o sexto!) me apaixono dele, por que ele é sempre charmoso e por mais chatinho que o personagem seja, me cativa com o desenvolvimento da trama. É o que acontece com Hotel King, no começo achei o papel dele muito mecanizado, meio robô, duro e sem expressão! Mas na altura do 8 episódio (em um total de 30!) já acho que isso é na medida certa por causa do histórico de vida do personagem e da mudança (espero) do que está por vir.

Se eu comecei a assistir esse drama por causa dos protagonistas, agora a própria estória me envolve. Já sabia que seria um enredo denso, mas não imaginei que seria tanto e nem com tanta qualidade. É muito envolvente por quer há o mistério da morte por traz do assassinato do presidente do hotel e em saber quem é o verdadeiro vilão, eu já começo a desconfiar de todos. Fora que os próprios vilões são de matar! Odeio o velhinho de bengala, ele me dá pavor! E não só ele, os outros núcleos de apoio também me dão nos nervos. Esse hotel é, de fato, perigoso!

Uma coisa que me deixa encabulada: O personagem do Lee Dong Wook, Chae Jae Wan acha (o é de fato, vai saber) que é irmão da personagem da Lee Da Hae,  Ah Ma Ne que é a herdeira do hotel, e que já gosta dele, muito complicado isso! Fico imaginado como isso vai se resolver…

Outra, ainda não me apeguei aos romances dos principais, ao contrário, torço por eles mais com os secundário, e de antemão, já tô com pena daquele atendente fofo do hotel que sempre ajuda e protege a Ah Mo Ne, tão lindinho ele! E no caso do Jae Wan, acho que a atendente feminina que ele contratou tão linda e que os olhares que ela lança pra ele só pode significar amor ❤

O drama, apesar de toda a questão perigosa, tem um lado cômico muito divertido, composto pelos funcionários do hotel, sempre rio muito com eles!

Enfim, por enquanto estou gostando muito do drama, principalmente do mistério e já quero logo saber quem de fato é o verdadeiro vilão do hotel! 


Outra coisa que eu estou acompanhando desesperadamente é Roommate da SBS, por quer não adianta você acompanhar só os dramas coreanos, é um caminho sem voltar, e depois dos programas de variedade, temos os Reality Shows, e pra mim esse é o melhor no momento!

São 11 celebridades reunidas em uma mesma casa para dividirem experiências e fazerem novas amizades. Mas calma, não é uma casa dos artistas versão coreana, eles moram lá, mas suas atividades externas continuam a mesma, então eles trabalham, saem, mas sempre voltam pra casa, portanto, nada de confinamento.

Vamos aos participantes:

na foto acima, da esquerda para a direita:

1- Park Min Woo, é ator, mas não assistir nem um drama dele (ainda!), é lindo, e tem umas covinhas, que ahhhhhh, suspiros. No começo achei ele meio sem sal, mas já na altura do 4º episódio já considero pakas, isso por quer ele tá sendo tão fofo com a lutadora, ganhou meu respeito, fora que ao contrário de um outro ai, ele não parece desesperado por aparecer ou fazer um papel dentro da casa. Gostei!

2- Nana, integrante do grupo After School e do subgrupo Orange Caramel. Sendo sincera, achei ela uó no primeiro episódio, chata, convencida e boba, e sendo lindona daquele jeito, só piorou minha opinião sobre ela. Masssssssssssss, me surpreendeu, principalmente quando em um momento em que abriu o coração, ela chorou, fiquei com pena, e também simpatizei mas,quem disse que a vida é fácil? E, por incrível que pareça, já até estou curtindo as músicas do grupo dela :D, olha como são as coisas?

 

 

3- Cha Yeol, integrante do EXO, meudeussssssssss que vontade de apertar ele. Esse menino é tão fofo, tão gentil, tem aquela vozinha tão meiga, mas grave e um jeito tão respeitoso de ser, que é de apertar o coração, certeza que se eu acabar curtindo o EXO vai ser por causa dele! Uma pena que ele aparece pouco, pelo menos no começo, por causa dos compromissos dele com o grupo, mas ainda sim, com cada aparição eu derramo ternura sobre o notebook, ele junto com o companheiro de quarto, o “mama shin” são fofos, parecem pai e filho um cuidado do outro!

4- Lee SoRa, ex-modelo e empresária. Ela chegou com uma pose de “supermodelo”, assim que se auto denominava. Isso me dava nos nervos, não gostei dela nos primeiros episódios e parecia que também ela não encaixava ali. Por ser uma mulher mais velha e que já morava sozinha há muito tempo, parecia que seria difícil a adaptação com pessoas tão novas, e tão bagunceiras. Mas também mudei de opinião, eu vendo ela ser tão fraterna e tão experiente com relação às meninas da casa que ela, de fato, parece ser uma mãezona. Os conselhos que dá, ou quando as garotas se abrem com ela, ela parece tão acessível e tão compreensível, como se já tivesse passado por tudo aquilo e soubesse a pressão que é ser uma celebridade. Agora virei fã, e torço para um romancesinho com o “mama shin”!

5- Seo Kang Joon, ator novato. Não gosto dele. Mesmo quatro episódios depois do início esse menino ainda não me desceu! E olha que tinha tudo para ser diferente, 1º  por quer ele faz Cunning Single Lady, em um papel bem fofo, 2º por quer ele parecia tão pobre junto com os colegas de agência que me deu muita pena vendo que nem cama eles tinham!, além de desmitificar o glamour da profissão na coreia, eh, não tá fácil pra ninguém. Mas no show em si parece que ele tá desesperado para ser o queridinho, o cobiçado, o mais fofo, sei lá, quando ele fica se aproveitando da atriz mais velha que gosta dele, ou quando ele tenta dá início a um broomance com o Park Min Woon, tudo soa tão falso. Não gostei :p

6-Hong Soo Hyun, também atriz, e tinha certeza que eu já havia visto algum drama com ela, mas só pesquisando pra lembrar mesmo. Ela já fez, que eu assistir, Lie to Me e participou de um MV com Kim Hyun Joong invejaaaaaaaaaaaa,  . Assim como o rapaz acima, eu também acho que ela soa meio falsa, não tanto quanto o menino, mais ainda sim, principalmente no envolvimento com os meninos, dando preferência a um deles de cara, achei muito cedo para um primeiro episódio. Mas também ela mostrou um outro lado ao conversa com as meninas. Quando ela chorou falando do momento da oração que fazia não pude deixar de me emocionar também.

7- Shin Sung Woo, ex cantor e atual ator de musicais. O “mama shin” tá virando um dos meus preferidos, isso por quer ele não é convencido, não gosta de se amostrar sem necessidade e é extremamente fofo com os demais integrantes da casa e isso é tão curioso para um homem já nos seus quarenta anos! Por quer ele não é forçado, é tão natural o jeito que faz a comida, ou que pergunta se alguém já se alimentou ou vai se alimentar,  jeito que cuida do Cha Yeol, tudo me conquistou. Ele parece ser apenas um pouco solitário, o que me faz torce para que haja um envolvimento com a “supermodelo”, que é compatível com ele em idade, mas não em estilo, por que ele parece ser um homem, com H, anda com aquele calvanhaque, aquela moto… por tudo isso acho ele atraente …hihihi…Mas até agora nada demais entre os dois, mas esperança é a última que morre!

8- Song Ga Yeon, lutadora profissional. Olha como esse programa é diferente! Uma lutadora, não temos só as lindinhas do kpop não, mas eis aqui um mulher de ferro, literalmente! Nos primeiros eps. fiquei com pena dela, parecia tão deslocada, sempre com seu celular e tão diferente das outras meninas. Até fiquei chateada por que achei que as demais não davam atenção pra ela, sempre paparicando a Bom e a Nana, aff… mas eis que surge o meu lindãooooooooooooo Lee Dong Wook e que sempre procura inserir ela na conversa, brincar com ela, perguntar sobre, e não é interesse amoroso não, dá pra ver que é algo tipo irmão mais velho (tão fofo meu amor :3 ). Com a iniciativa dele outro fizeram o mesmo, o mama shin, a supermodelo, o das covinhas, e ela mesmo já está se soltando mais. Espero mais dela na casa, fighting Ga Yeon!

9- Jo Se Ho, Mc e comediante. As vezes ele é um pé no saco, as vezes ele é engraçado, acho que esse é o papel dele na casa. O curioso é a edição do programa que sempre o compara, indiretamente, com os outros moradores, principalmente com seu colega de quarto Lee Dong Wook, injustiça né?! Por fim, até que ele é fofinho, me da pena que ele nunca é considerado pelas meninas, kkkkkk. Outra coisa que percebi é que por traz do palhaço da casa há um homem muito inteligente! Fala inglês, é bom em matemática, história e toca piano super bem! 

10- Bom, integrante do 2ne1.  Apesar de gostar de algumas, pouquíssimas, músicas do grupo, eu não ia com a cara, muito esquisita por sinal, da Bom, mas, mais uma vez, mudei de ideia. Essa guria é ótima! kkkkkk, além de ser naturalmente engraçada ela é muito fofinha com as esquisitices dela. Também achei ela tão sossegada com a história de morar com os outros, mas parece que ela caiu de amores por um dos rapazes, tudo aponta que é o Wook (sempre ele), que também é um fofo com ela, espera ela altas horas para receber, isso de madrugada! e mais coisa, como não se apaixonar? Mas parece que ela tá sofrendo por isso :(, ao contrário da atriz e o ator de Cunning Single Lady não parece que ela tá forçando criar “o casal” da casa, parece mais uma menina apaixonada mesmo. Quem via a Bom, como eu, não imaginava esse lado dela.

11- Lee Dong Wook- preciso mesmo comentar? ok, ok, ELE É O MÁXIMO. Sério, quando comecei a assistir nem fazia ideia que ele estaria no programa, mas quando eu o vi, foi tipo:

E ele é um fofo, se eu já gostava dele antes, agora então vendo um pouco da sua intimidade…. Como já falei, ele ajuda as pessoas na casa, é gentil com as meninas, se integra com todos e sem falar que é super humilde, não se exibe atoa e nem é convencido! O engraçado é que ele ainda mora com os pais, e a mãe dele não queria deixar ele sair de casa, mas só deixou quando soube que na casa teria mulheres e que assim ele poderia casar kkkkkkkk sqn ¬¬, ele tem a mim, minha senhora . Fora isso é super delicado com os companheiros da casa, Se Ho queria fazer algo engraçado com ele e insistiu pra que fizessem o vídeo de Loves open the door de Frozen, ele não queria, mas fez, mesmo desconfortável com isso. Acabou que ficou muito bom e todos na casa aprovaram! Também teve a vez em que confessou o medo que sentia sempre que fazia um novo drama, de se ele saberia mesmo fazer, se as pessoas iam gostar, algo como será que eu sou apenas um rostinho bonito? (não, não é Wook, garanto isso) Ou seja, mesmo um ator veterano como ele, ainda tem seus momentos de incertezas, gente como a gente.Enfim, virei mais fã ainda desse moço ❤

Assim, esse programa é bem diferente, e o que eu mais gosto é desse lado, não tão glamouroso, cheio de pressão, incertezas que mostra pra gente. Fiquei impressionada com o lugar que os mais novos viviam, com a tristeza das meninas, como ainda viviam com os pais, etc.

Esse programa ainda vai render muito, mal posso esperar pelo próximo episódio!

 

 

 

Ackim

Tomei uma decisão.

Sempre tive o sonho de escrever meu próprio romance, e tenho milhares e milhares de ideias para isso. Mas livros não são feitos apenas de ideia, mas sim de papel e tina (ou teclado e fontes- como queiram). Enfim, varias vezes já tentei escrever um deles, e até certo ponto tinha feito a meta de escrever 32 páginas, pode parecer pouca coisa, mas pra mim foi um feito, e, deixando a modéstia de lado, estava indo muito bem. Infelizmente meu pc deu prego e ai… você pode imaginar o estrago e a tristeza de perder meu mal iniciado romance.

Daí foi um lapso de uns bons meses até que aqui estou me desafiando a começar do zero. Quero ser escritora, e isso tem que começar de algum lugar não é? Quer dizer, não é como se Sextante ou a Rocco fossem me ligar do nada para implorarem para publicar um livro meu, ahhhh como quero que esse dia chegue, então tenho que me mover, então a partir de hoje, a cada semana, um capítulo de um romance que idealizo a anos:

ACKIM

 

Onde conto a estória de Misty, uma garota com o desafio de encontrar novos amigos, e quem sabe, um grande amor, em uma nova cidade. Aparentemente seria tudo muito fácil, mas o que acontece é que ela vira a indesejável número um do colégio. A jornada dela só está começando

Ok, é apenas um sinopse mal lavada, mas é um começo. Então, vi muitas blogueiras escrevendo e geralmente expões logo os personagens, mas não gostei muito desse método, gostaria que meus personagens se auto apresentasse, assim, nada disso, pelo menos por enquanto.

Então, lá vai,

espero que gostem


 

PROLÓGO

 5 motivos para odiar mudanças

1- você terá que fazer uma nova memorização de tudo, rua, CEP, número de casa etc.;

2- se acostumar ao fato que terá uma nova vizinhança;

3- deixar seus amigos para traz;

4- começar do zero muitas coisas;

5-fazer a mudança propriamente dita.

 

5-motivos para gostar de mudanças:

1- vou embora;

2- eu terei uma nova vizinhança;

3- vou fazer novos amigos;

4- começar do zero muitas coisas;

5-adoro me mudar.

 

                Ok, talvez eu esteja sendo muito otimista quanto a isso vendo o quanto mamãe, e meus irmãos estão chateados com a gente indo em bora e tudo mais. Mas eu não me importo!

Não de todo modo, claro que eu vou sentir falta da Lucia, Helena e Nina, minhas melhores amigas e tem também minha professora de literatura, que ao contrário dos demais professores da escola, realmente gostava de dar aula, e não tinha como não deixar de amar a forma com que ela falava de Jane Austen e de Cecília Meirelles. Mas tirando isso, o que realmente vai ficar?

                Papai conseguiu um ótimo emprego em Dantes, uma cidade bem maior e bem mais legal que essa aqui, fora que o salário dobrou e o melhor: terei meu próprio quarto.

Não ter que dividir meu espaço com as milhares de coisas da Melissa é um sonho pra mim! Obrigada Deus por isso! Afora o fato que eu realmente poderei ser alguém nessa nova escola, por quer nada mais vergonhoso que viver sob a sombra da Melissa, sendo ela mais nova que eu. E eu estou cansada das pessoas olhando pra mim duvidando meu parentesco com a famosa “Mel” só por quer ela é mais alta, mais bonita, e tem o namorado mais lindo do colégio. Ninguém se importa com a Misty, a garota que tira as melhoras notas (menos em física, fisicadodemonio), e é muito mais simpática que a irmã, só por quer ela não namora o capitão do time do futebol.

                E eu sei que o Alex é lindo e ele e a minha irmã são como a Angelina Jolie e o Brad Pitt local, mas eu estou adorando o fato de sair disso tudo. Melissa vai para uma escola e eu vou para outra, como o semestre já começou não acharam vagas pra nós duas no mesmo colégio. Posso ficar mais feliz?

Ela por outro lado anda tristinha e cabisbaixa. Mamãe disse para eu ser um pouco mais sensível com o fato dela estar se separando do primeiro namorado dessa forma.

Eu realmente queria ser mais liberal como mamãe, mas pelo amor de Deus, Melissa só tem 15 anos! não era nem pra ela está namorando pra início de conversa, e fazem o que? três meses que eles estão juntos? Ademais, não gosto do Alex.

E não só pelo fato de que UM DIA já estive apaixonada por ele. Qual é, ele é da minha turma, é charmoso e inteligente, tinha como não me apaixonar? O triste foi descobrir que ele só se aproximou de mim para se aproximar da Melissa. Fiquei uns cinco meses deprimida, mas concluir que ele não tinha culpa alguma, afinal, nunca contei para ninguém que eu gostava dele, nem para Lucia (que também tinha uma quedinha pelo Alex). A questão é que depois que eu me afastei dos dois pombinhos vi o quanto ele é superficial, adora a aparência que tem e nada mais justa e adequado do que namorar a garota mais bonita também. O pior é que ela é do mesmo jeito. Triste, eu sei.

                Mas enfim, estou realmente empolgada com o que irá me acontecer em uma nova cidade, casa e colégio. Papai já estar lá arrumando tudo, e com as fotos que ele me enviou fiquei mais alegre ainda. A casa é linda, grande, e tem um quintal com jardins. Milena e Melissa vão ter que dividir o maior dos quartos. Eu fiquei com o pequeno, mal cabe minha estante de livros (mas tem banheiro próprio) e Michael também terá um só pra ele. Com certeza papai que foi atrás de uma casa assim. Ele é meio aficionado com que Michael tenha seu próprio espaço (traduzindo: sem coisas de menina espalhado pelo meio), principalmente depois que ele o pegou brincando com as bonecas da Milena. Eu e mamãe tentamos fazer com que papai não se preocupasse tanto com o fato de nos sermos quatro mulheres e de que é normal que Michael brinque com as coisas da Mile, afinal, eles são gêmeos e so tem apenas cinco anos e não sabem o que estão fazendo!

Ainda assim, desde então, papai se programou para que todo final de semana ele passe um tempo de “homem” com o filho mais novo, levando para as aulas de futebol ou indo pescar com ele. Acho que ele tendo um quarto só para ele vai aliviar mais o papai e fazer com que não fique tão estressado com a quantidade de pacotes de absorventes que gastamos por mês.

Tenho certeza que será um novo começo! Eu me sinto feliz e mal posso esperar para que minha vida mude!

continua…


Espero que tenham gostado! E conto com a sua opinião!

 

Acompanhando 2

Não resistir e fui da uma conferida em Angel Eyes mesmo sem nenhum fansub ainda se dispor a legendar (parece que o Meteor dramas vai pegar o projeto- TOMARA!), então fui no VIKI.COM, mas como la não

nos damos bem, logo desistir (to começando a achar que esse site tem algo contra essa pessoa), mas depois (o vicio em doramas fala bem mais alto) fui atras do novíssimo Dramafever em português! Coisa mais linda! E o resultado:

ME APAIXONEI!

Como esperado achei bem dramático mesmo, temos a morte de pessoas importantes para os nossos protagonistas bem no começo, muito choro, muito drama, uma garota cega etc. Mas ainda sim, achei esse primeiro episodio tao doce, tao fofo, romântico, leve, coisa de primeiro amor mesmo! E a versão jovem do casal principal me fez grudar na tela em cada cena, se saíram super bem em questão de química e de atuação!

Kang Ha Neul deu show, mostrou um garoto leve, de bem com a vida, e fofo (muito fofo) e que se apaixona por uma garota que ele só conhecia de vista, a  Yoo So Wan quanto a ela, me surpreendi, não vi uma garotinha fraca e indefesa pela situação, ao contrario, foi legal ver uma personagem feminina forte e independente mesmo com aquelas circunstancias em que vive, (e ela ate deu o primeiro beijo! Gente isso e muito raro!!!) Sinceramente, espero que na versão adulta, a Ku Hey Sun consiga transmitir essa força que eu vi nessa outra atriz!

Então, a surpresa foi excelente, agora já posso terminar de acompanhar sem medo o desenrolar dessa estoria. Agora, já sinto de antemão falta do Kang Ha Neul na outra fase, ele é muito amor!!! casa comigo Ha Neul!

 

 

Outro que eu acabei começando a acompanhar (mais um na minha interminável lista) foi  “Cunning Single Lady” com a linda e maravilhosa Lee Min Jung. Comecei principalmente por uma amiga esta acompanhando e adorando a comedia romântica entre um casal divorciado que viviam na maior pindaíba, dai, não aguentando a situação a mulher (Lee Min Jung) acaba pedindo o divorcio, o que ela não esperava é que anos depois o ex (gatissimo por sinal) vira o maior ricaço!

Achei a ideia geral do drama muito parecida com o Emergencial Couple, aquela estoria onde o casal já se conhece, já tem um passado, e depois se reencontram e o amor reacende e blá blá blá, sera que temos uma tendencia nos dramas para esse ano?

Enfim, sendo uma comedia romântica, achei a ideia muito boa, porem, depois de acompanhar não sinto tanto amor pela estoria, isso por um motivo essencial: não gosto das atitudes da mocinha! Ela é uma mistura de lados positivos e negativos, que não se completam, mas se contradizem. Primeiro, ela é trabalhadora, boa moça, coração de ouro, mas volta a se interessar pelo marido e a perseguir ele só pelo fato dele ter virado rico! Isso ta com muita cara de puro interesse! Fora o fato dela ter terminado com ele só por quer ela trabalhava e ele ainda não tinha ganhando um bom dinheiro com seu negocio.  Que preguiça é essa garota????? Tem até uma frase que ele diz e que me fez desgostar mais ainda dela, algo como “nos não íamos nos amar na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza?” quer frase mais emblemática que essa?

Soma-se a isso o fato dela ser muito destrambelhada, aquele tipico personagem que cai em tudo que é armadilha, bobona e ainda por cima não tem orgulho próprio, ai é pra acabar de vez!

Sinceramente acho que houve um erro serio na hora de desenvolver a estoria de amor do inicio do casal e o do por quer eles terem se separado e tal algo como um vilão que arma pra cima deles e faz com que eles passem a se odiar para mais tarde descobrirem que tudo não passou de uma armação etc… Sei la, acho que algo assim seria mais fácil de engolir.

Assim, continuo acompanhando Cunning Single Lady com olhos desconfiados, espero que o conceito melhore mais!