Estilo Ku Hye Sun

Há muito que queria fazer algo assim, sobretudo por quer adoro isso e não achei nada em português sobre 😦

Mais atenção: NÃO SOU FASHIONISTA, não sou por dentro das últimas tendências e muito menos sou a gorata mais bem vestida do mundo. Mas gosto muito de ver sobre moda, roupas, estilos etc., tanto que uns dos blogs que mais gosto fala sobre isso.

Então, bem despretensiosamente, pretendo falar sobre estilo e modo de vestir das celebridades, personagens asiáticos, principalmente coreanos, lógico, por quer vamos combinar, eles se vestem muito bem, são lindos e o fato de terem aqueles corpos magrelos ajuda muito.

Para estrear, uma atriz e pessoa que gosto muito, e sou mega suspeitar para falar porque desde que a conheci em Boys Before Flowers, sempre sigo seus passos, sejam seus dramas, os filmes que produz, capas de revista ou entrevista, sempre estou dando aquela espiadinha e acompanhando os fóruns sobre ela, sim, meu vício é grande.

Assim, como já faz um tempinho que acompanho a vida dela, vou começar com um histórico e evolução dela no seu estilo, espero que gostem 😀

 

KU HYE SUN é atriz, escritora, cantora, produtora, artista plástica, musicista, compositora, e de quebra é embaixadora da Coreia em vários assuntos, como a promoção da inclusão das pessoas com deficiências. Legal né?!

 

Ku Hye Sun em uma abertura da exposição de seus quadros

 

Nasceu em novembro de 1984, na cidade de Incheon, Coreia do Sul.  Estreou na mídia como modelo ulzzang, algo como uma pessoa bonita, fofa, que passa uma imagem de inocência. Daí seu passo para a fama foi rápido, apesar de começar na empresa YG ( uma das maiores da Coreia e também lar das bandas Big Bang e 2NE1, e onde até hoje é filiada) como cantora, ganhou mais popularidade como atriz, fez papéis como protagonista na maioria de seus drama, como Song of the Prince, King and I e Pure Nineteen. Mas seu maior sucesso e onde ganhou fama internacional foi em Boys Before Flowers, drama de 2009 (e minha paixão doramática), seu papel de Geum Jan Di  é sempre muito lembrado, além de parodiado. Daí, veio outros dramas, escreveu um livro ( que virou best seller em diversos países), estreou  drama em Taiwan, teve suas telas expostas em uma galeria no Japão e seu filme de maior crítica, The Peach Tree, também trouxe pontos a garota de hábitos contidos, sem muitas exposições na mídia e que escolhe seus trabalhos a dedo.

 

Como Hye Sun começou fama como ulzzang, nada mais natural que a maior parte de suas imagens sejam ligadas a esse conceito:

No início da carreira

 

 

Até então, seus papéis na tv tiveram essa ligação, não assistir os mais antigos, mas Pure 19, drama de 2007, é o que mais mostra essa imagem “inocente” dela: pele branca, esses olhos com a parte inferior inchada, uma maquiagem negativa

 

em Pure 19, drama de 2006

 

A partir de BBF a atriz começou a adotar o corte de cabelo que manteve por muito tempo, o estilo “joãozinho”, sempre curto e reto, com uma franja mais cheia e desfiada.

 

Corte adotado para Boys Before Flowers

 

Mais curto para The Musical

Mais curto ainda em Take Care of Us, Capitain

em várias fases, do chanel ao joãozinho

 

Junto com esse cabelo, Hye Sun adotou um guarda roupa mais masculinizado, ternos, calças retas e botas faziam parte do seu estilo. Minha teoria para essa fase é que foi um meio adotado para desvincular a imagem dela de colegial tão cultivada até então.

 

Apesar de achar legal o fato dela não ser parecida com tantas celebridades coreanas, principalmente às meninas do kpop, não sou muito fã desse período dela, acho que o corpo franzino e pequeno não acomodava essas roupas.

Mais adiante temos a volta em vestidos mais femininos, curtos e que variava nas extensões do cabelo. Apesar de ser uma mudança significativa, ainda não me agradava, principalmente a cartela de cores adotada: ela já é branca e o excesso de cores neutras e apagadas me davam aquela sensação de “sem gracisse” nas produções, apesar das peças serem peças lindíssimas separadamente!

 

Hoje em dia, um alívio! AMANDO cada vez mais o estilo da garota.

Algo mais adequado com a idade e com a imagem que ela passa. Madura e bem feminina.

 

Tem jeans, tem camisão, tem blaze, tem tênis, sempre natural, sempre cheio de cores, e com aquele ar de “sou naturalmente bagunçada e bonita”, posso dizer que é um estilo básico, despojado, porém muito feminino. É assim que ela aparece nos eventos menos formais:

 

 

E muito arraso nas produções! Olha os vestidos, OLHA OS SAPATOS, tem pernão de fora, tem bocão, tem muito shape and body MAS TUDO SEM SER VULGAR <3, pra mim, acho que é a fase mais elegante dela, beleza para dá e vender ❤

 

E com o novo drama Angel Eyes, ela adotou uma cor e um corte de cabelo totalmente diferente do pretinho chanel de antes. E  FICOU MUITO LINDO:

 

 

Não sei por quer ela manteve tanto tempo aquele outro cabelo, sim, achava bonito, mas acho que uma mudança dessas sempre é bem vinda, deu vida ao rosto da atriz, quebrou aquele “preto e branco” que tava , enfim, outra pessoa.

Por outro lado, ela fica bem de qualquer forma mesmo… 😛

 

Agora meus eleitos:

Onde ela gongou:

 

Um dos que mais me chamaram atenção logo de cara foi o vestido da conferência de imprensa de BBF. Achei feio e desproporcional esse verde sobre o vestido nude. Fora que achei ele muito armado, sorte dela que ele foi “apagado” diante das belezas em volta, que obviamente, roubaram a atenção. ô muher de sorte viu…

Toda vez que me lembro desse look eu fico “por quer deus?” Sério, era Ô momento. A consagração do drama mega popular que fez parte e ela faz uma coisa dessas, tá feio, ta estranho, esquisito, mal colocado, do cabelo às meias três quartos, tudo parece errado nessa combinação colegial.

Por último, apenas um recado: por favor, nunca mais pinte seu cabelo de amarelo de novo, não dá certo!

Onde arrasou:

 

Esse vestido da conferência de imprensa de Engel Eyes tá simplesmente perfeito, já quero um pra ontem, melhor até que na modelo, casou com a cor dela e com o cabelo, essas penas parecem que estão flutuando no vestido, o cumprimento é ideal e o combo com esse mega salto, tá divando (sério tô pensando em mandar fazer um pra mim, mas quela coisa, ela é ela né?)

Outro que me fez encher os olhos é esse, não tenho nem palavras para escrever. É diferente, mas tem aquele toque de clássico, elegante, parece uma pintura. Esse não pode ser usado por qualquer um obviamente, certeza de que poucas seguram.

 

Por último, mas não menos importante, essa composição divônica. Ta gata, tá sexy, tá líndissíma. O combo vestido mais meia pata bem casados, tá tudo.

CAPAS E ENSAIOS

Hora e outra, Ku Hye Sun estampa uma capa de revista, geralmente em períodos pré-dramas.

 

Enfim, acho Hye Sun linda, mesmo nos períodos de baixa, ela é toda bonita, tem o perfil próprio dos padrões coreanos: é magra, branca pálida, olhos abertos, pequena, e tem curvas, mas sem exageros e toda natural (pelo menos, até agora, não houve boatos de cirurgias plásticas). Assim não é difícil agradar ao gosto de lá ; D

Espero que tenham gostado desse humilde “perfil” modelísticos de uma total fã dessa atriz e do que ela é, adoro seus trabalhos e um dia ainda farei um mega post sobre meu amor que é Boys Before Flowers!

Beijos e até a próxima!

Anúncios

Mamamoo

Ainda sobre Kpop (sim, eu estou virando fã mesmo), estou descobrindo vários grupos, novos e antigos, o curioso é que não tinha me apegado a nenhum grupo feminino ainda, mas eis que fui ver a participação do meu lindão e talentoso Lee Jong Hyun, CNBLUE, em um MV de um grupo que estreou esse ano e daí que… bem, uma imagem vale mais que mil palavras, nesse caso um vídeo que fala tudo, atentem:

que FANTÁSTICO! que música maravilhosa, que sonoridade, que cores, que tudo minha gente! Apaixonada.

Mamamoo, é um grupo feminino que fez seu debut em janeiro desse ano, lançou algumas músicas, mas só agora trouxe sua música de abertura, e não há escolha melhor!

De cara, essa batida meio R&B, misturada com tons de jazz e o vocais poderosos de todas as meninas me fez cair de amores. Tudo é tão coordenado e tão equilibrado que não tem como você ficar cantando junto. O clipe todo também é lindo, o conjunto de cores, esse visual vintage, o não exagero de dança e o enfoque no talento das garotas do que em seus visuais fez esse MV maravilhoso.

As críticas, de quem entende mesmo de Kpop, tem sido as melhores, falam que há tempos não se via um grupo que fugia do lugar comum que virou as girlgroups , o que eu concordo plenamente, a confiança das garotas, a falta de ayego de garotas perfeitas dando piscadinhas para os oppas, ou mostrando a curvatura do corpo em toda sua extensão como as demais fazem, mostraram que de fato estamos de adiante de algo novo.

Elas não estão inseridas no conceito sexy que é atual modinha por lá. Na verdade, esse clipe delicioso me lembrou muito o Nobody, música de mega sucesso das Wonder Girls, ou seja, em vez do Mamamoo explorar um tema que já está ai pronto e de garantia de público, elas investiram em algo antigo, mas que mostra muito mais seus talentos do que sua aparência. Ponto pra elas. Até teve dancinha, mas deu pra vê que não era o foco, mas a parte das perninhas eu quero fazer hehe, o máximo.

A boa produção também veiou garimpada de participações especiais, no clipe, fora meu sim, meu, todo meu JonHyun, não conhecia os demais, mas dizem que eles são feras em suas respectivas áreas. Então podemos concluir que elas se asseguram de chamar atenção pela qualidade técnica de todo o conceito que formaram não é?

Quanto aos lançamentos anteriores ao Mr. Ambiguos, temos principalmente Don’t Be Happy, que explora uma sensualidade maior, porém sem extravagância e continua tendo uma explosão de sonoridade, também muito bom, vejam:

Me chamou atenção também o fato de ter poucas coisas sobre elas ainda. Dizem que é uma estratégia de marketing não se exporem tanto, ok, funcionou pra mim, depois de ver o vídeo fui logo procurar na net tudo a respeito, não achei nada oficial (fora o canal próprio do youtube), só coisas de fã mesmo. Eis do pouco que encontrei sobre as integrantes:

Solar

A Solar tem agudos altíssimos! aparentemente é a líder do grupo.

Moon Byul

A Moon é a Raper principal, e que rapar hein? Ela saber fazer a coisa.

 

Whee In

não achei mais nada sobre ela

Wha Sa

Dançarina principal ( e corpão, nada de magrelice—- desculpa as magrinhas, mas é que as vezes eu fico incomodada com tantos ossos aparecendo, não se sintam mal, por favor)

 

E só! Nada mais que algumas informações sobre idade, peso, altura etc… coisas que não me interessam.

Outra coisa que adorei foi que as vezes elas soltam alguma atividade diárias delas, e as temos bem ao natural (coisa rara de se ver), as meninas estão sem maquiagem, bagunçadas, mas acima de tudo, parecem estar se divertindo aos montes, é uma delícia.

Pois é, gostei demais, e adoraria que elas permanecessem com essa imagem, essa alegria e espontaneidade, fora  a boa música que estão fazendo.

E como eu comecei esse post falando um dos meus guitarristas favoritos, nada mais justo do que terminar com ele também, com vocês o Mr. Ememoho:

 

sendo lindo

sendo lindo e tocando

sendo lindo e bigodudo

sendo lindo e dancinha como figurante

apenas exibindo seu charme

mais um pouco de charme

continua sendo lindo

continua sendo lindo e muito fera na guitarra

 Não adianta jogar charme, minha filha, ele não tá nem aí

Por tudo, por tudo, elas fizeram uma excelente escolha pra co-estrelar esse clipe hein?

 

Deveria está estudando, mas estou aqui falando de Super Junior

Mas resolvi dá uma pausa, e eu mereço, por quer… enfim, a vida é muito cansativa e só o fato de estar respirando é muito complexo, e sei que em uma pesquisa foi constatado que a cada 30 minutos de estudo era produtivo que se desse uma pausa de 15 minutos para recarregar as energias e a concentração…

eu já estou nisso à quase 1h, ah a procrastinação….

Mas enfim, a questão é que a cada dia eu venho gostando mais de kpop, das músicas, das invecionisse desse povo, das músicas, é tipo um estilo que une não só música, mas todo um conjunto de conceito, estilos, sei lá… Coreia me fazendo amar mais uma parte dela.

e de uns tempos pra cá, meu mais novo amor é … SUPER JUNIOR 

A cada MV, a cada música, e principalmente os integrantes me fazem vibrar com eles.

Dentre eles, meus destaques, que já amo loucamente:

pausa para suspiros…

LEE DONG HAE, gente do céu, que homem, que voz, que corpo, que rostinho perfeito…. ele é o minha mais recente aquisição biástica. Eu já havia visto alguns MVs do SJ e ficava “hum… que gatinho esse rapaz, e olha.. é fortinho…”, mas era uma coisa meio deixa pra lá, nada demais. Só que eu comecei a assistir Panda and Hedgehog, um drama de 2012 em que ele faz o papel principal masculino e COISA MAIS LINDA NÃO HÁ!  eu to desejando simplesmente barrar com ele qualquer dia desses para criar uma história de amor, minha gente, é mega fofo (assim que eu terminar de assistir venho fazer resenha). E além dele fazer um cara gatíssimo, fofo, além de confeiteiro (tipo a mistura perfeita) ele ainda veste uns jeans justíssimos, é muita coisa boa junta, daí que virei fã! Tanto no SUJU quanto nos dramas ❤

Conclusão: quero casar com ele, apenas.

 

mais uma pausa para suspiros

KYUHYUN, STATUS: meu atual descanso de tela no notebook. Boquinha, que é como eu gosto de chamá-lo, foi minha primeira “descoberta” no Super Junior, e é graças a ele que fui atras de todas as músicas e MV simplesmente por quer eu queria o  ouvir cantando. Ouvindo Mr. Simple eu fiquei toda boba quando ouvir aquela voz grave e poderosa dele, deus!!!!!!! É uma das vozes mais linda que eu já ouvir do kpop.  Assim, foi questão de minutos para virar fã e tentar imitar cantando. Além de ser uma das vozes do grupo, ele é também MC no programa Radio Star e ator de musicais <3, ou seja, assistindo loucamente tudo em que ele aparece.

Meu atual sonho com relação a ele é que faça um dueto com JongHyun do CNBlue, este com um violão e o Kyu com a gaita, já pensou essas duas vozes juntas? É infarto na hora!

 

RYEOWOOK, grata surpresa, pois até então o SUJU pra mim era apenas uma compilação de caras bonitos, mas não! Além do meu fofíssimo Kyu, Ryeowook detona nos vocais. A voz é diferente, enquanto a do seu amigo é uma voz grave, a dele é mais aguda, porém não menos potente, a combinação então fica equilibrada, fora que adoro com ele faz agudos altíssimos, parece tão natural dele! E essa pessoa é mega simpática e fofa, também virei fã. Apesar de não ser tão galã quanto seus companheiros de grupo, ele tem pra mim uma beleza mais diferente, ainda sim tem todo o seu charme!

Pra saber por especificamente eu comecei a biasar ele, tá aqui um dos motivos:

é… apenas muito show, e eu queria ser aquela dançarina

Ryeowook’s  the power!

Enfim, tem como não amar essas criaturas?

essas são apenas minhas, ainda, primeiras impressões, e não vou falar do grupo por quer quero conhecer mais um pouquinho para saber mais e vir aqui descrever por quer  eles são tão fantásticos!

Notinha: eu poderia colocar de cara o Siwon, mas como eu o conhecia já antes do SJ, não fazia sentido colocar ele como alguém que eu só virei fã agora, ele é meu das antigas 😉

Conclusão: será eu eu já sou uma ELF?

 

Mangás Josei – Midnight Secretary

Ultimamente tenho gostado de ler mangás do estilo Josei. Segundo a Wikpédia são mangás voltados para mulheres adultas (u.u, eu me achando a madura). Eu sou uma fã de mangás, mas desde minha adolescencia que não aocmpanhava nenhum seriamente, isso por quer ter acesso a eles é bem complicado, só nas bancas é que temos algumas disponíveis, e olhe lá.

Então o tempo foi passando e eu acabei me saindo dessa área (que consistia basicamente em mangás de meninos, por causa do meu irmão). Só que, nos últimos anos, por causa dos dramas asiáticos, nada mais natural que meu interesse renascesse como a fenix das cinzas  por animes e mangás, originalmente de países como o Japão, a Coreia e a China e a facilidade que a internet nos proporciona com as páginas para ler online.

De animes voltei de cara com meu amor incondicional por Boys Before Flowers, então logo ao finalizar o drama fui ver o anime Hana Yori Dango e o mangá com o mesmo nome. Depois disso fui ver o anime Itazura na Kiss, também que originou outra paixão minha que é Playful Kiss.

Ambos são considerados mangás shoujo, com temáticas bem românticas e escolares, coisa mais doce do mundo. Até fui procurar outras na áreas, mas a maioria eu deixava de ler a metade, por quer em geral eu sempre acho as histórias tão bestinhas, que mal terminado o primeiro capítulo.

Os do estilo Josei são um pouco mais maduro do que o shoujo, em vez de escola, temos o trabalho, a universidade ou simplesmente o dia a dia como pano de fundo. O grande enfoque aqui é o mais puro romance adulto, casamento, filhos, trabalho e familia, enfim, temos o ti-ti-ti só que para mulheres mais bem resolvidas ah, vá….

Então, o mais recente que li foi o Midnigth Secretary e eis minhas considerações….

Uma mistura de fetiches.

A secretaria de óculos e saia lápis; o patrão mandão egoísta, vingativo, orgulhoso, egocêntrico, mulherengo e mais coisas do gênero; lolita; e vampiros… sim nós temos vampiros.

A história é sobre Kaya, uma garota esforça que tem o sonho de se tonar uma excelente secretaria, para isso esconde seu verdadeiro “eu”, como ela tem um rosto muito infantil, acaba sendo julgada como incompetente e inexperiente, por isso se esforça ao máximo para esconder seu rosto infantil com óculos e cabelos presos. E dentro da empresa que trabalha acaba por ser secretaria particular do filho mais novo do dono da empresa. Acabar que esse homem, Kyouhei Touma, além de ser um péssimo chefe (chato, egoísta, mandão), também esconde um grande segredo, ele é um vampiro!

A verdade é que Midnight Secretary me lembra muito Crepúsculo, tem toda a coisa humana se apaixona por vampiro, blá blá blá, eles não podem ficar juntos, blá blá blá, ela tem que se “sacrificar” em nome do amor, etc. Claro que a diferença é quantidade de insinuações sexuais que há, por quer os vampiros, nessa história, só se alimentam se sangue do sexo oposto e para que essa pessoa não se transforme em um vampiro também eles tem que fazer isso durante o secso, por quer segundo eles, aí está o melhor sabor do sangue. Por isso, nosso protagonista vive rodeado de belas mulheres (conveniente não?!) para se alimentar delas. Acontece que o sangue da sua secretaria é mais do que delicioso para ele, tanto que os de todas as outras não o satisfaz mais, então acaba que ela vira sua secretaria “””””””””””particular demais”””””””””””””””””’, com a desculpa de servir em tudo que ele precisar.

Ai que entra minha mega raiva, por quer como uma pessoa que se diz profissional se deixa levar por sexo minha gente? e logo com seu chefe? e que é super canalha? como????????????????????

E não é só, Kaya é tão devota ao seu chefe que faz de tudo por ele do trabalho mega preciso as noites em que vira o alimento dele. Ela até fica em DOIS empregos para ficar ao lado dele, tudo, segundo ela, pelo bem estar do seu amor.

E ele demora horrores para admitir que goste dela, por que eu esperei o mangá inteiro para que ele mudasse aquele jeitão e se derramasse em paixão por ela, mas… nada…. nada. Eu sou fã desses machões que se redimem por causa do amor, mas não vemos isso aqui. Quem sempre tá sofrendo e em dúvida se seu amor é correspondido ou não é a pobre da Kaya, e ô mulher besta. Custava ser um pouco difícil? Não houve nenhum ciuminho para ele, teve duas boas chances, sendo o irmão mais velho do Kyohey, e não vampiro e seu outro chefe, um cara muito apaixonado por sua gata chamada princesa (teve até um capítulo extra só para esses dois, duas palavras: muito esquisito).

 

Os irmãos Touma. O claro é o irmão não vampiro. Todo simpático e fofo com ela, porém não representou perigo nenhum ao irmão, e eu jurava que ia ter “uma disputa sangrenta” pelo amor dela…uma pena, uma pena…

 

 

 

 

 

 

 

Os “chefes” e rivais, o loiro até que se confessou para Kaya, mas ela não deu trela, e ele se consolou com a gata (?????????????????)

 

 

 

 

 

 

 

Além do mais, Kaya é extremamente passiva, o homem dela pegando váaaaaaaarias, e ela aceitando numa boa, tudo pelo “bem dele”, isso me encheu seriamente, dava vontade de dá umas sacudidas nela!

Outro aspecto que notei, e que gosto muito de ver nos mangás josei, é o traçado do desenho dos personagens. Em Hana Yori Dango eu penei muito por quer era feito demais (com o tempo a mangaka melhorou, mas até lá…). EM Midnight Secretary achei mediano, as vezes era exagerado em relação ao prota. quanto a ela, até que se saiu bem, geralmente acho que excedem na hora de fazer o rosto das personagens femininas para destacar sua “feminice/fofura”.

 

aqui nós a temos no seu modo “amante” que é quando solta o cabelo, tira o óculos, até que é bonitinha

 

 

 

 

 

 

 

 

O presidente Touma é desenhado bem (não tão bem quanto o gatíssimo Hokuto de Hapi Mary), mas há cenas que o corpo dele é bem desproporcional ao resto, ai não dá.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Também tem a questão do cigarro. O cara fuma pra caramba e eu achei isso nojento, e não sei se isso se trata de um fetiche, mas isso também esquisito.

Por fim, deixei a parte mais polêmica: o secso…..

como falei, mangás josei são voltados para o público feminino adulto e logo, o tema sexo é bem comentado, porém, contudo, todavia, nesse eles exageraram, eram praticamente cenas explicitas minha gente! Não tinha necessidade. Nos outros que li, existiam cenas, mas só contornos, sombras, costas, aqui não, temos tudo a mostra (da mulher) e dele, biceps, costas, coxas (apesar de ser voltado para mulheres, mostram mais dela do que dele…. estranho né?). Mas de novo, entretanto, contudo, todavia, eu as achei bem desenhada :O me julguemmmmmm…. sai correndo  caras e bocas que diziam tudo!

 

Fora essas questões polêmicas, algumas coisas me deixaram em dúvida, como o fato dele ter que ser excluído do clã e sofrer com a perseguições dos vampirões chefes. Mas a mãe dele (que também é uma vampira) passou por isso, e aí? não foi comentado como isso aconteceu, por quer além dela ter vivido com o homem que ela amava, ainda teve dois filhos com ele. Custava ele pedir um conselho pra mãe?????????????

Quanto ao final, achei bom, regular, já que eles acabam como ela queria, mas senti que faltava o clímax para o final, só acho.

Enfim, foi um Josei curioso. Gostei por quer me forçou ir até o final para ver se ele ia se “dobra” à humana, e desgostei por quer ela é uma besta, pronto.

3 estrelas

Lição: que lição? Que tipo de lição se pode tirar de uma história de uma mulher que transa com seu chefe para ””””””””””servir””””””””’ ele da melhor maneira possível? Não, obrigada.

Acompanhando Hotel King e Roommate

ah o tempo…

Essa semana comecei a acompanhar Hotel King, e eu já sabia que teria altas emoções, primeiro por quer temos uma dupla mais que especial estrelando, nada mais, nada menos que Lee Dong lindo Wook e Lee Da Hae, que juntos também foram protagonistas de My Girl de 2005!!!!!!!! Comédia romântica das irmãs Hong e que eu simplesmente amei, lindo demais!

Com essa surpresa maravilhosa o que temos nove anos depois? Vamos às primeiras impressões:

A primeira coisa que eu pensei com o drama foi: por quer o Lee Dong Wook não casa comigo???? O tempo fez bem para eles, ficaram mais lindos! Mas como gente??????? Eu tô mais feia que ontem, que dirá há nove anos! Mas eles não, esses seres coreanos com uma pele invejável, cabelo lindo e corpos magérrimos estão mais bonitos que em My Girl, a vida não é justa! Só achei a Lee Da Hae magra demais, e eu fico aqui pensando comigo, será que é plásticas? Já que o país é conhecido pelas cirurgias é uma hipótese, mas ela parece tão natural, que eu ainda tô desconfiada. E o cabelo? Tá lindo, tá sedoso, tá invejável quero esse shampoo. 

Quanto ao Wook tá ótimo, toda vez que assisto um drama dele (e esse já é o sexto!) me apaixono dele, por que ele é sempre charmoso e por mais chatinho que o personagem seja, me cativa com o desenvolvimento da trama. É o que acontece com Hotel King, no começo achei o papel dele muito mecanizado, meio robô, duro e sem expressão! Mas na altura do 8 episódio (em um total de 30!) já acho que isso é na medida certa por causa do histórico de vida do personagem e da mudança (espero) do que está por vir.

Se eu comecei a assistir esse drama por causa dos protagonistas, agora a própria estória me envolve. Já sabia que seria um enredo denso, mas não imaginei que seria tanto e nem com tanta qualidade. É muito envolvente por quer há o mistério da morte por traz do assassinato do presidente do hotel e em saber quem é o verdadeiro vilão, eu já começo a desconfiar de todos. Fora que os próprios vilões são de matar! Odeio o velhinho de bengala, ele me dá pavor! E não só ele, os outros núcleos de apoio também me dão nos nervos. Esse hotel é, de fato, perigoso!

Uma coisa que me deixa encabulada: O personagem do Lee Dong Wook, Chae Jae Wan acha (o é de fato, vai saber) que é irmão da personagem da Lee Da Hae,  Ah Ma Ne que é a herdeira do hotel, e que já gosta dele, muito complicado isso! Fico imaginado como isso vai se resolver…

Outra, ainda não me apeguei aos romances dos principais, ao contrário, torço por eles mais com os secundário, e de antemão, já tô com pena daquele atendente fofo do hotel que sempre ajuda e protege a Ah Mo Ne, tão lindinho ele! E no caso do Jae Wan, acho que a atendente feminina que ele contratou tão linda e que os olhares que ela lança pra ele só pode significar amor ❤

O drama, apesar de toda a questão perigosa, tem um lado cômico muito divertido, composto pelos funcionários do hotel, sempre rio muito com eles!

Enfim, por enquanto estou gostando muito do drama, principalmente do mistério e já quero logo saber quem de fato é o verdadeiro vilão do hotel! 


Outra coisa que eu estou acompanhando desesperadamente é Roommate da SBS, por quer não adianta você acompanhar só os dramas coreanos, é um caminho sem voltar, e depois dos programas de variedade, temos os Reality Shows, e pra mim esse é o melhor no momento!

São 11 celebridades reunidas em uma mesma casa para dividirem experiências e fazerem novas amizades. Mas calma, não é uma casa dos artistas versão coreana, eles moram lá, mas suas atividades externas continuam a mesma, então eles trabalham, saem, mas sempre voltam pra casa, portanto, nada de confinamento.

Vamos aos participantes:

na foto acima, da esquerda para a direita:

1- Park Min Woo, é ator, mas não assistir nem um drama dele (ainda!), é lindo, e tem umas covinhas, que ahhhhhh, suspiros. No começo achei ele meio sem sal, mas já na altura do 4º episódio já considero pakas, isso por quer ele tá sendo tão fofo com a lutadora, ganhou meu respeito, fora que ao contrário de um outro ai, ele não parece desesperado por aparecer ou fazer um papel dentro da casa. Gostei!

2- Nana, integrante do grupo After School e do subgrupo Orange Caramel. Sendo sincera, achei ela uó no primeiro episódio, chata, convencida e boba, e sendo lindona daquele jeito, só piorou minha opinião sobre ela. Masssssssssssss, me surpreendeu, principalmente quando em um momento em que abriu o coração, ela chorou, fiquei com pena, e também simpatizei mas,quem disse que a vida é fácil? E, por incrível que pareça, já até estou curtindo as músicas do grupo dela :D, olha como são as coisas?

 

 

3- Cha Yeol, integrante do EXO, meudeussssssssss que vontade de apertar ele. Esse menino é tão fofo, tão gentil, tem aquela vozinha tão meiga, mas grave e um jeito tão respeitoso de ser, que é de apertar o coração, certeza que se eu acabar curtindo o EXO vai ser por causa dele! Uma pena que ele aparece pouco, pelo menos no começo, por causa dos compromissos dele com o grupo, mas ainda sim, com cada aparição eu derramo ternura sobre o notebook, ele junto com o companheiro de quarto, o “mama shin” são fofos, parecem pai e filho um cuidado do outro!

4- Lee SoRa, ex-modelo e empresária. Ela chegou com uma pose de “supermodelo”, assim que se auto denominava. Isso me dava nos nervos, não gostei dela nos primeiros episódios e parecia que também ela não encaixava ali. Por ser uma mulher mais velha e que já morava sozinha há muito tempo, parecia que seria difícil a adaptação com pessoas tão novas, e tão bagunceiras. Mas também mudei de opinião, eu vendo ela ser tão fraterna e tão experiente com relação às meninas da casa que ela, de fato, parece ser uma mãezona. Os conselhos que dá, ou quando as garotas se abrem com ela, ela parece tão acessível e tão compreensível, como se já tivesse passado por tudo aquilo e soubesse a pressão que é ser uma celebridade. Agora virei fã, e torço para um romancesinho com o “mama shin”!

5- Seo Kang Joon, ator novato. Não gosto dele. Mesmo quatro episódios depois do início esse menino ainda não me desceu! E olha que tinha tudo para ser diferente, 1º  por quer ele faz Cunning Single Lady, em um papel bem fofo, 2º por quer ele parecia tão pobre junto com os colegas de agência que me deu muita pena vendo que nem cama eles tinham!, além de desmitificar o glamour da profissão na coreia, eh, não tá fácil pra ninguém. Mas no show em si parece que ele tá desesperado para ser o queridinho, o cobiçado, o mais fofo, sei lá, quando ele fica se aproveitando da atriz mais velha que gosta dele, ou quando ele tenta dá início a um broomance com o Park Min Woon, tudo soa tão falso. Não gostei :p

6-Hong Soo Hyun, também atriz, e tinha certeza que eu já havia visto algum drama com ela, mas só pesquisando pra lembrar mesmo. Ela já fez, que eu assistir, Lie to Me e participou de um MV com Kim Hyun Joong invejaaaaaaaaaaaa,  . Assim como o rapaz acima, eu também acho que ela soa meio falsa, não tanto quanto o menino, mais ainda sim, principalmente no envolvimento com os meninos, dando preferência a um deles de cara, achei muito cedo para um primeiro episódio. Mas também ela mostrou um outro lado ao conversa com as meninas. Quando ela chorou falando do momento da oração que fazia não pude deixar de me emocionar também.

7- Shin Sung Woo, ex cantor e atual ator de musicais. O “mama shin” tá virando um dos meus preferidos, isso por quer ele não é convencido, não gosta de se amostrar sem necessidade e é extremamente fofo com os demais integrantes da casa e isso é tão curioso para um homem já nos seus quarenta anos! Por quer ele não é forçado, é tão natural o jeito que faz a comida, ou que pergunta se alguém já se alimentou ou vai se alimentar,  jeito que cuida do Cha Yeol, tudo me conquistou. Ele parece ser apenas um pouco solitário, o que me faz torce para que haja um envolvimento com a “supermodelo”, que é compatível com ele em idade, mas não em estilo, por que ele parece ser um homem, com H, anda com aquele calvanhaque, aquela moto… por tudo isso acho ele atraente …hihihi…Mas até agora nada demais entre os dois, mas esperança é a última que morre!

8- Song Ga Yeon, lutadora profissional. Olha como esse programa é diferente! Uma lutadora, não temos só as lindinhas do kpop não, mas eis aqui um mulher de ferro, literalmente! Nos primeiros eps. fiquei com pena dela, parecia tão deslocada, sempre com seu celular e tão diferente das outras meninas. Até fiquei chateada por que achei que as demais não davam atenção pra ela, sempre paparicando a Bom e a Nana, aff… mas eis que surge o meu lindãooooooooooooo Lee Dong Wook e que sempre procura inserir ela na conversa, brincar com ela, perguntar sobre, e não é interesse amoroso não, dá pra ver que é algo tipo irmão mais velho (tão fofo meu amor :3 ). Com a iniciativa dele outro fizeram o mesmo, o mama shin, a supermodelo, o das covinhas, e ela mesmo já está se soltando mais. Espero mais dela na casa, fighting Ga Yeon!

9- Jo Se Ho, Mc e comediante. As vezes ele é um pé no saco, as vezes ele é engraçado, acho que esse é o papel dele na casa. O curioso é a edição do programa que sempre o compara, indiretamente, com os outros moradores, principalmente com seu colega de quarto Lee Dong Wook, injustiça né?! Por fim, até que ele é fofinho, me da pena que ele nunca é considerado pelas meninas, kkkkkk. Outra coisa que percebi é que por traz do palhaço da casa há um homem muito inteligente! Fala inglês, é bom em matemática, história e toca piano super bem! 

10- Bom, integrante do 2ne1.  Apesar de gostar de algumas, pouquíssimas, músicas do grupo, eu não ia com a cara, muito esquisita por sinal, da Bom, mas, mais uma vez, mudei de ideia. Essa guria é ótima! kkkkkk, além de ser naturalmente engraçada ela é muito fofinha com as esquisitices dela. Também achei ela tão sossegada com a história de morar com os outros, mas parece que ela caiu de amores por um dos rapazes, tudo aponta que é o Wook (sempre ele), que também é um fofo com ela, espera ela altas horas para receber, isso de madrugada! e mais coisa, como não se apaixonar? Mas parece que ela tá sofrendo por isso :(, ao contrário da atriz e o ator de Cunning Single Lady não parece que ela tá forçando criar “o casal” da casa, parece mais uma menina apaixonada mesmo. Quem via a Bom, como eu, não imaginava esse lado dela.

11- Lee Dong Wook- preciso mesmo comentar? ok, ok, ELE É O MÁXIMO. Sério, quando comecei a assistir nem fazia ideia que ele estaria no programa, mas quando eu o vi, foi tipo:

E ele é um fofo, se eu já gostava dele antes, agora então vendo um pouco da sua intimidade…. Como já falei, ele ajuda as pessoas na casa, é gentil com as meninas, se integra com todos e sem falar que é super humilde, não se exibe atoa e nem é convencido! O engraçado é que ele ainda mora com os pais, e a mãe dele não queria deixar ele sair de casa, mas só deixou quando soube que na casa teria mulheres e que assim ele poderia casar kkkkkkkk sqn ¬¬, ele tem a mim, minha senhora . Fora isso é super delicado com os companheiros da casa, Se Ho queria fazer algo engraçado com ele e insistiu pra que fizessem o vídeo de Loves open the door de Frozen, ele não queria, mas fez, mesmo desconfortável com isso. Acabou que ficou muito bom e todos na casa aprovaram! Também teve a vez em que confessou o medo que sentia sempre que fazia um novo drama, de se ele saberia mesmo fazer, se as pessoas iam gostar, algo como será que eu sou apenas um rostinho bonito? (não, não é Wook, garanto isso) Ou seja, mesmo um ator veterano como ele, ainda tem seus momentos de incertezas, gente como a gente.Enfim, virei mais fã ainda desse moço ❤

Assim, esse programa é bem diferente, e o que eu mais gosto é desse lado, não tão glamouroso, cheio de pressão, incertezas que mostra pra gente. Fiquei impressionada com o lugar que os mais novos viviam, com a tristeza das meninas, como ainda viviam com os pais, etc.

Esse programa ainda vai render muito, mal posso esperar pelo próximo episódio!

 

 

 

Her Lovely Heels (2014)

10 Bons motivos para assistir Her Loves Heels

 

1-

Hong Joong Hyun

 

2-

 

3-

4-

5-

 

6-

7-

8-

 

 

9-

 

 

10- O final é extremamente fofo!

Brincadeiras a parte, o drama é pequenininho, foram 10 episódios de 13 minutos cada, passou e eu nem percebi. Foi transmitido em fevereiro pela KBS Plus,Esse ator é lindo demais,  ele tá Dating Agency Cyrano, que eu já comentei aqui  e também em Wild Romance.

 

Baseado em uma webcomic, conta a história de uma garota que, no passado, foi machucada pelo namorado, e desde então não conseguiu gostar ninguém, até encontrar o gerente assistente Oh, um homem bonito lindo de morrer  que por sua vez não acredita no amor, mas ainda sim, ele decide namorar com ela, só que a insegurança dela e a frieza dele atrapalham o romance.

É bastante clichê, e bem leve. No começo não gostei muito, principalmente por ela, muito chorona. Mas para o final temos cenas fofas e bem românticas. Vale a  pena.

 

Bônus:

esse sorriso ~~suspiros~~